As três ferramentas chaves na masterização

Masterização é o último processo antes de publicar sua música. Por causa da grande variedade de processos que a masterização abrange, ela pode parecer bem complexa.

Mas na realidade você não precisa colocar tantos plug-ins no seu master bus.

Na maioria dos casos, uma simples corrente de masterização utilizando só três plugins vai te atender bem! Quer saber qual é? Continue lendo…

No texto menciono vários plug-ins. No final do post coloquei uma lista com links onde você encontra mais informações sobre eles.

As características chaves que você modifica na masterização

Antes de ver quais plug-ins você deve colocar no seu master fader, vale a pena analizar quais são as três características chaves que você precisa modificar durante a masterização. São estes:

  1. Distribuição de frequências: A distribuição de frequências é responsável para a sonoridade geral. Ela define o timbre da sua master. 
  2. Faixa dinâmica: A faixa dinâmica é a diferença de volume entre os pontos mais quietos e mais altos. Os valores podem variar bastante: música pop atual quase não possui dinâmica, música erudita no outro lado é um gênero bem dinâmico.
  3. Loudness: O loudness determina o volume percebido pelo seu ouvinte. Durante a guerra de volume que dominou o mercado durante a era do CD, o loudness ficou aumentando mais e mais. O resultado: Algumas músicas são tão hiper-comprimidas que é quase impossível ouví-las do início até o fim. Graças à nova era do streaming, este problema está se tornando um problema do passado.
O FabFilter ProQ é um ótimo equalizador para masterizar!

As três ferramentas chaves da masterização

Agora que você sabe quais são as características chaves que precisa modificar na master, vamos ver quais são as ferramentas que deve utilizar:

  1. Para modificar a distribuição de frequências você utiliza um equalizador. Entre os vários modelos disponíveis no mercado eu recomendo usar um equalizador paramêtrico, como o FabFilter Pro-Q, o Waves Q10 ou o equalizador do pacote gratuito da Melda.
  2. Para alterar a faixa dinâmica, precisa usar compressão. Bons compressores para masterizar são o iZotope oZone, os diversos compressores da Waves ou o TDR Kotelnikov (gratuito).
  3. O Loudness você ajusta com um limiter, como o limiter do oZone, o Waves L1+ ou o Limiter6 (boa opção gratuita).
O compressor do iZotope oZone: Interface intuitiva com bastante opções!

Uma corrente de plug-ins super eficiente para masterização

Na próxima vez que você masteriza, siga o seguinte procedimento:

  1. Comece com um equalizador e ajuste o timbre geral da música. Tente pensar em sonoridade geral, não em instrumentos isolados. Importantíssimo: Sempre compare seu trabalho com uma referência que está tocando no mesmo volume percebido!
  2. Agora coloque um compressor e ajuste a faixa dinâmica. Para este passo é bom pesquisar qual faixa de valores é aceitável para o gênero no qual está trabalhando. Não esqueça de comparar sua master com a referência.
  3. Por final, ajuste o loudness final da sua master com um limiter. Mais uma vez, é bom pesquisar valores aceitáveis antes de começar. Em caso de dúvidas, compare com a referência. Eu escrevi um post sobre como ajustar o loudness quando está masterizando para streaming. No final do post você encontra um link!
Mesmo com mais de 25 anos no mercado o Waves L1+ ainda é um dos meus limiters favoritos!

Dica final: Use analizadores!

Agora você conhece as três ferramentas chaves na masterização. Existe mais um plug-in que vai te ajudar bastante no processo: o analizador.

Como masterizar é o último processo antes do lançamento, é bom consultar medidores e analizadores equanto está trabalhando.

Para cada característica que mencionei acima existe um analizador: 

  1. O analizador de espectro ajuda na avaliação da faixa de frequências. Um bom exemplo gratuito é o Voxengo Span.
  2. O analizador de dinâmica (DR) auxilia enquanto está trabalhando a compressão. Muitos analizadores de loudness (veja abaixo) te dão informações sobre a faixa dinâmica também.
  3. E por final, o medidor de loudness garante que você acerte o loudness final. O Youlean Loudness Meter é uma ótima opção.
O YouLean Loudness Meter: Um ótimo plug-in gratuito!

Esta é minha dica de hoje, obrigado por ter lido! Mencionei um post sobre masterizar para streaming – você o encontra aqui.

E se você quer aprender mais sobre masterização convido você a conhecer meu curso online ‘Masterização Desmistificada’. Nele você encontra uma abordagem completa do processo com bastante exemplos práticos.

Links

Alguns dos links acima são links afiliados, e eu recebo uma pequena comissão para compras através deles. Isso me ajuda a continuar meu trabalho aqui no blog 🙂

Quer mixar melhor?

Preparei um guia com dicas simples e eficientes que vão mudar o jeito que você mixa.

Inscreva-se na minha newsletter e receba esse guia como presente de boas-vindas!

Não mandamos spam. Você pode deixar de receber nossos emails a qualquer hora. Powered by ConvertKit
Posted in Áudio, Masterização and tagged .