As mais importantes habilidades de mixagem em 2017

Novos controladores. Novo software. Novos padrões. Novos plug-ins. Novo... Tudo. Nos últimos anos, a indústria audiovisual aumentou o ritmo de lançamento de novas ferramentas e gadgets de forma impressionante. É realmente importante se atualizar com as principais evoluções do mercado (afinal, todos adoramos brinquedos, não?)
 
Contudo, eu acho que é ainda mais importante lembrar que, apesar de todos as novidades disponíveis, as habilidades essenciais de sobrevivência no nosso mercado não mudaram muito ao longo das últimas décadas.
As mais importantes habilidades de mixagem para 2017

As mais importantes habilidades de mixagem em 2017

Quando conquistei meu diploma de engenheiro de áudio em 2005, um dos meus mentores me disse o seguinte:
 
Acertando equalização e compressão, 90% do seu trabalho está pronto.
 
Ele recebeu esse concelho de um professor quando começou, provavelmente mais de uma década antes da nossa conversa. E cá estamos, em pleno 2017, e ainda repasso a mesma mensagem aos meus alunos. Todo ano, toda turma.

Acerte a equalização e compressão

Apesar de todas as novas ferramentas para moldar o som que estão disponíveis agora, o núcleo do nosso trabalho ainda está enraizado em duas habilidades: Modificar o conteúdo de frequência; e lidar com a macro- e micro-dinâmica do seu material. E as ferramentas mais usadas no mercado ainda são equalizadores e compressores.
 
Podem existir algumas novas variantes por aí, como a  conhecida série One Knob. Podem existir plug-ins com parâmetros insanamente criativos, como Magic, Attitude, ou Girth. Mas se você mergulha fundo o bastante nos manuais dessas ferramentas, vai perceber que o coração dessas novas ferramentas ainda é dedicado à manipulação de resposta de frequências e alcance dinâmico.
 
Um bom técnico conseguirá chegar a uma mixagem de boa qualidade trabalhando apenas com volume, equalização e controladores dinâmicos.

Você não precisa de hardware caríssimo

Existe uma certa tendência entre técnicos de som. Nós achamos que a qualidade do nosso trabalho é proporcional à quantia de brinqu... digo... "ferramentas" que possuímos. Contudo, quanto mais temos à nossa disposição, maior a chance de nos distrairmos com a infindável tecnologia nas nossas mãos.
 
Passamos horas pensando se é melhor colocar um circuito SSL ou Pultec nas nossas faixas. No fim, acabamos com menos tempo para mexer com os parâmetros do plug-in!

Um conselho amigável pra mixar melhor

Limite-se a alguns plug-ins principais, e aprenda a usá-los em todas as situações que você possa encontrar no seu trabalho. Primeiro, trabalhe no volume, equalização e compressão. E só depois de conseguir uma boa mix com esses processadores, vá trabalhar com efeitos como delay ou reverb.
 
É isso por hoje. Se você gostou dessa postagem, que tal se inscrever na nossa newsletter? E se você gosta de vídeos, também temos um canal de YouTube com dicas e truques semanais sobre o mundo mágico do áudio.
 
Até mais, gente!

Quer mixar melhor?

Preparei um guia com dicas simples e eficientes que vão mudar o jeito que você mixa.

Inscreva-se na minha newsletter e receba esse guia como presente de boas-vindas!

Não mandamos spam. Você pode deixar de receber nossos emails a qualquer hora. Powered by ConvertKit
Posted in Mixagem and tagged , , , , , .